Veja todas as postagens do Neto
PET News #16: ame, mas não sofra!

Na última sexta-feira (17/3), tive a oportunidade de visitar o I Seminário de Multiplicadores Sociais de Ações de Apoio às Famílias de Usuários de Drogas, organizado pela Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania, realizado na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Infelizmente só consegui ir no último dia, mas minha esposa participou durante toda a semana e me manteve informado.

AME NAO SOFRA 01  AME NAO SOFRA 03

O projeto, cujo título é AME, MAS NÃO SOFRA tem por objetivo apoiar as famílias de adictos* (antigamente chamados de dependentes químicos) e capacitar pessoas a fazer o mesmo (tornarem-se multiplicadores das ações).

É comum a preocupação e atenção aos dependentes químicos, mas muitas vezes damos pouca importância às suas família. Como é conviver um adicto? A situação é tão preocupante que os organizadores trouxeram médicos, psicólogos, psiquiatras, educadores, promotores de justiça e adictos em recuperação para expor casos e orientar os participantes sobre como buscar ajuda.

As famílias tornam-se CODEPENDENTES (o adicto é dependente da(s) substância(s) e a família é dependente do adicto) e muitas são destruídas na convivência com seus entes-adictos. Constantemente vítimas de mentiras intermináveis, as famílias muitas vezes – em estado de desespero – chegam a “barganhar” com o usuário, prometendo dar-lhes dinheiro para comprar drogas se este diminuir o uso em alguns dias da semana, parar de roubar, não desaparecer de casa e tantos outros fatores, causados pela escravidão.

As drogas sempre foram um problema muito grave, mas a doença quando envolve a família é ainda pior. O caminho ensinado no Seminário foi: PRIMEIRO AJUDE A SI MESMO. Se você estiver bem, fortalecido(a), ajudar o próximo será mais fácil. Para isso foram indicados diversos grupos de apoio que trabalham com familiares de adictos e todo o material das palestras disponibilizado para a disseminação da informação, arma poderosa na prevenção e combate ao uso de drogas, sejam elas de qualquer espécie.

AME NAO SOFRA 02

Precisamos de mais iniciativas como esta. Sabemos que a solução não aparece como mágica ao final do evento, mas ela surge como uma opção às famílias tão sedentas de ajuda. Fiquei muito feliz ao ver tantas pessoas unidas por um ideal tão fundamental. Próximo passo: visitar os grupos de apoio para aprender como eles trabalham!

Parabéns aos organizadores e contem comigo nos próximos! 🙂

*Adicção: origem em latin “escravo de” ou inglês o termo addict  “escravo”. Saiba mais visitando o site da VIDA SERENA.

SELO MATERIA EXCLUSIVA