Veja todas as postagens do Neto
PET-Atividades 1: louva-a-deus

Como amante da vida animal, gosto de observar e documentar tudo o que é possível. Além disso, estou sempre em busca de novidade para vocês. Recentemente, pude observar um de meus insetos favoritos e vou compartilhar aqui no site uma atividade.  Apresento a vocês, o responsável pela matéria da semana: o formidável louva-a-deus!

Ele tem um “currículo” invejável para qualquer predador. Existem cerca de 2.400 espécies de louva-a-deus. Quando eu era garoto, os via com mais frequência. Hoje só consigo vê-los no campo e mesmo assim é bem difícil.

São bem intimidadores. Para se defenderem eles abrem os braços para aparentarem maiores. Quando estão voando e precisam escapar de um predador, eles mergulham como um caça de combate. E funciona! Basta lembrar que eles são inspirações para mestres das artes marciais que adotam estilos de luta baseado em seus movimentos!

Mas, vamos começar nossa atividade?

Nesta semana, trago uma ideia que tive ao ver um louva-a-deus morto no chão. É muito difícil observar animais de perto, então, vi naquele insetinho caído uma oportunidade de estudar sua anatomia. Resolvi coletar e trazê-lo comigo para casa. Essa atividade é muito simples, vocês só precisam de alguns objetos e um pouco de paciência:

A vida e integridade dos animais estão sempre em primeiro lugar, por isso, é muito importante escolher insetos que não estejam mais vivos. Trabalhe com espécies que não sejam perigosas. Se você ainda é um jovem cientista, peça ajuda de um adulto ou do seu professor.

O objetivo dessa atividade é estimular a curiosidade em descobrir como tudo na anatomia dos insetos é impressionante!

Agora, com a lupa em mãos, comece a observar o animal e desenhe no papel tudo que achar interessante. Observe os detalhes: asas (se tiver), pernas, antenas, como essas partes são conectadas ao corpo… Anote suas dúvidas e observações junto ao desenho e depois apresente ao seu professor. Se quiser, pode usar o meu como exemplo:

Relatório da atividade: Por meio da observação, pude analisar melhor como funciona o corpo do louva-a-deus. Concentrei-me em suas patas dianteiras longas, que funcionam como pinças com espinhos, projetadas para capturar a presa e segurá-la. Observei também, como essas “pinças” se encaixam perfeitamente quando fechadas. No desenho acima, fiz as vistas de fora e de dentro das patas para que possam visualizar esse processo. As partes mais finas e alongadas das patas dianteiras se chamam tarsos e servem para o animal se apoiar. O desenho abaixo apresenta de forma mais completa a anatomia do louva-a-deus.

Faça um relatório de cada animal observado e depois guarde como uma ficha para futuras consultas e acréscimo de informações. Você pode praticar essa atividade sozinho ou com amigos 🙂

O Louva-a-deus também me serviu de inspiração para um personagem de meus livros!

Gostei muito desta atividade e você? Me senti um verdadeiro biólogo! E lembre-se sempre: Os animais são fascinantes, devemos tratá-los com respeito e dignidade.

Até a próxima 🙂